Desconto/promoção

cf7afe2d-315e-4f1b-b6cc-6a6c65225f1c

Epoca Cosméticos 

Resultado de imagem para epoca cosmeticos

Todas as compras feitas através desse link sofrem um desconto de 12% em dermocosméticos ( La Roche-Posay, Avene, Vichy, Skinceuticals, Shiseido, Clinique etc ) e 18% em todas as outras categorias ( secadores de cabelo, chapinhas, pincéis, pentes, maquiagens, produtos para cabelo e diversas outras coisas ).

Os produtos que já possuem descontos aplicados não sofrem alterações, e marcas como Giorgio Armani, Lancôme, Ralph Lauren, Viktor & Rolf, Yves Saint Laurent, Dior, Azzaro, Carolina Herrera, Clarins, Jean Paul Gaultier, Mugler, Nina Ricci, Paco Rabanne, Prada, Valentino, Chloé, Dolce&Gabbana, Gucci, Versace, Burberry, Coach, Jimmy Choo, Montblanc, Vizio e Kenzo não sofrem alteração de preço, mas todas as compras, mesmo de produtos que não podem sofrer desconto, feitas com o link, prestigiam o blog, que recebe uma porcentagem pequena do total. 🙂

SweetCare

Resultado de imagem para sweetcare

A Sweetcare é uma gigante de Portugal que oferece um serviço de entrega ( Imposto Livre ) que já inclui todas as taxas alfandegárias de modo a fazer com que todas as compras de até R$500,00 feitas no site não sejam taxadas pela alfândega.

As compras pelo link e utilizando o cupom ” PELEDEIMPERATRIZ5 ” fornecem um desconto de 5% em todo o site e retornam 5% desse valor num crédito que fica retido no mesmo e que é utilizado por mim para a compra de novos produtos para testes, afim de manter o fluxo de resenhas.

Obs: é interessante como eu recebo perguntas do tipo ” mas o site é mesmo confiável ” sobre a Sweetcare, e sim, o site é confiável, sou cliente há anos e muitas pessoas pela internet possuem excelentes experiências com eles. Procurando pelo nome da empresa vocês podem encontrar diversos relatos, inclusive negativos, e decidir se gostariam ou não de comprar lá. Eu recomendo de olhos fechados; o serviço de imposto livre funciona perfeitamente bem, a empresa parece ter uma sede no Rio de Janeiro e presta um serviço de excelente qualidade mesmo em situações que não são culpa da empresa, como encomenda roubada e afins.

 

 

NÃO COMPRE COLASTRINA – FALCATRUA E CRIME

Como eu disse no post sobre o DermClear / Lumiclear, pessoas desonestas e criminosas sempre encontram uma forma de enganar pessoas mais desatentas ou em situação de fragilidade emocional por questões como acne, envelhecimento, rugas, manchas e por ai vai. O Colastrina é mais um exemplo de maldade e desonestidade, e explicarei o motivo:

Em primeiro lugar, assim que entramos no site do Colastrina ( https://colastrina.com.br/ ), essa é a primeira imagem que aparece:

colastrina

Imagem retirada do site oficial do Colastrina.

“Recupere a juventude com o botox em cápsulas”

“Zero flacidez”

“Dissolve a celulite”

“Extermina estrias”

Meu povo, como alguém pode não desconfiar de um posicionamento tão amador, infantil e com apelo tão alto a picaretagem? Prometer zerar a flacidez de uma pessoa é uma afirmação que vai contra a fisiologia humana! Não sejam tolos: se o seu dermatologista, que tem conhecimento e acesso a tudo que envolve o mundo da beleza não consegue fugir das garras do inevitável, que é o envelhecimento e suas consequências, como a flacidez, como vocês podem acreditar que uma simples cápsula pode conseguir isso? Afirmações sensacionalistas, que curas para doenças incuráveis, resoluções simples para problemas complexos e que nem especialistas da área conseguem oferecer SEMPRE devem ser vistos com absoluta desconfiança!

Passeando pelo site, eu fui me deparando com diversas imagens de antes e depois que, com uma simples busca, podem ser encontradas pela internet, e um exemplo delas é essa:

4ba461cc-67e6-4cdb-9092-afe5cb73d717

Imagem retirada do site oficial do Colastrina.

Esse antes e depois é um clássico, e clicando aqui vocês podem encontrar basicamente tudo o que já foi publicado contendo essa imagem, com todas as promessas e possibilidades de tratamento que envolvem estrias. Tem blog que postou esse antes e depois em 2014. Esse colastrina nem sequer existia, e mesmo que fosse verdade, vocês podem simplesmente olhar a posição do pé da cadeira atrás do bumbum para ver que é a mesmíssima foto, só que com photoshop. Picaretas e burros!

Percebam que, assim como no Lumiclear / Dermclear, os picaretas usam nomes absurdamente comuns, onde uma pesquisa rápida te dá mais de 10 mil resultados.

” Claudia Silva ” ” Carlos Alberto ” ” Marcia Silva “. Nunca é um nome de uma pessoa verdadeiramente rastreável. Mais um sinal de picaretagem.

2da3e559-08a2-404d-95c0-d16b46ebfa21.jpeg

Imagem retirada do site oficial do Colastrina.

Mais um exemplo de burrice: é só fazer uma rápida pesquisa pelo google que esse mesmo antes e depois aparece atrelado a diversas outras promessas absurdas, desde massagem com pó de café até colágenos hidrolisados alheios.

4ba461cc-67e6-4cdb-9092-afe5cb73d717

Imagens retiradas do site oficial do Colastrina, no dia 01/11/2018.

O mais grave disso tudo foi ver que tentaram associar o nome do Colastrina a uma pesquisa feita pela USP, que nada tem e tinha a ver com esse produto, e eu consegui um depoimento do Victor Infante, que é doutorando pela FCRP-USP em cosmetologia, que tem contato direto com a pesquisadora que realizou o estudo que tentaram associar ao Colastrina:

“Pras lindas que seguem a Impera, eu sou o Victor e atualmente faço doutorado pela FCFRP-USP na área de cosmetologia e mantenho a página Oil-free (@ofoilfree).

Outro dia fiz uma postagem envolvendo a utilização de divulgação científica séria do grupo de pesquisa ao qual faço parte como publicidade indevida de empresas picaretas, mas como eu não estava diretamente envolvido na treta, pedi a opinião de uma das pesquisadoras, a Maísa:

“Meu nome é Maísa Oliveira de Melo, mestranda na Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto/USP e fui uma das responsáveis pelo estudo envolvendo colágeno hidrolisado no laboratório, publicado em 2015 e entitulado “An Oral Supplementation Based on Hydrolyzed Collagen and Vitamins Improves Skin Elasticity and Dermis Echogenicity: A Clinical Placebo-Controlled Study” na revista Clinical Pharmacology & Biopharmaceutics.

Este estudo envolvia um produto em pó (a ser dissolvido em água) de colágeno hidrolisado e vitaminas A, C e E, em dose de 10g, porém não foi divulgado de maneira comercial, ou seja, este estudo foi realizado para testar a eficácia clínica do produto ( que NÃO é o Colastrina ) e seria contra as normas da USP divulgar como estratégia de vendas. O estudo chamou atenção da mídia local e além do artigo oficial, providenciamos uma entrevista para o Jornal da USP e para a televisão local, sempre com intuito de divulgação da ciência, nunca de nenhum tipo de produto. Esse tipo de divulgação é comum e já ocorreu para diversos estudos do nosso grupo de estudos.

Alguns meses atrás nós ficamos sabendo que estas entrevistas e as nossas imagens estavam sendo utilizadas para produtos sem nenhum tipo de autorização. Inclusive a minha fala e imagem na entrevista, além da nossa orientadora, Profa. Patrícia Maia Campos, com montagens que levam a entender que garantimos a tal eficácia desse produto especificamente, que entre diversos nomes, o mais conhecido é Colastrina. Não temos conhecimento da composição e muito menos da eficácia deste produto, não conhecemos o fabricante (mas sabemos que não é o mesmo do nosso fornecedor).

Centenas de mulheres fizeram contato conosco sendo por telefone, email ou diversas redes sociais do laboratório e pessoais para saber mais sobre esse produto, o que foi muito desconfortável e não sabíamos de onde estava saindo. Sem contar que essas são as que ainda procuraram se informar e desconfiaram do que estava sendo anunciado, não sabemos de fato quantas pessoas chegaram a comprar este produto com base em informações falsas e manipuladas. Pelo o que vemos, além da venda direta, a Colastrina também é vendida em esquema pirâmide, uma vez que diversos perfis de redes sociais e blogs estão anunciando para compras com vendedores individuais.

Por fim, o uso da minha imagem pessoal e do nome da USP neste caso está sendo completamente manipulada e utilizada sem autorização e nunca conseguimos nenhum tipo de contato com os responsáveis pelo produto, mostrando ainda mais a sua má fé.

A carta de esclarecimento oficial, feita pela Profª Patrícia Maia Campos, pode ser encontrada no endereço a seguir: http://fcfrp.usp.br/noticias/2018/apr/6/colastrina-nota-de-esclarecimento/#.W9jfqhNKjqQ

Obrigada,

Maísa Melo.”

Pesquisando pelo Colastrina no Reclame Aqui, uma das coisas que me chamara a atenção foi o fato de que a empresa não respondeu a NENHUMA reclamação, o que não só é gravíssimo mas mostra que realmente não existe suporte, é receber o dinheiro e SUMIR.

 O que está em jogo aqui não é a composição do produto ou sua suposta efetividade. Não sabemos o que tem dentro dessas cápsulas, mas mesmo que as migalhas do pão que todos os Santos, juntos, dividiram, estivessem nesse produto, só o histórico dessa empresa, a sua desonestidade e picaretagem me parecem suficientes para que ela mereça ser processada e boicotada.

O motivo pelo qual tantas pessoas são enganadas por esquemas tão óbvios de picaretagem é o fato de que nós, culturalmente, somos um povo extremamente imediatista; não procuramos por referências, reclamações, não somos críticos e nem céticos, e isso precisa mudar! Ciência pode ser extremamente frustrante porque não nos dá as respostas que queremos ( a cura para o melasma, a cura para a celulite, a cura para a estria ), mas é a única forma de nos afastarmos do erro.

Não comprem Colastrina!

Resenha: Hidratante Labial e Corporal Swivel Stick – Palmer’s

Oi, gente. Tudo bem?

Eu estava no Village Mall, no Rio de Janeiro, e comprei na farmácia de lá ( Discover ) esse Swivel Stick Ultimate Moisture da Palmer’s, que tem manteiga de cacau, parafina, ceras, óleo de milho e até beta caroteno.

WhatsApp Image 2018-10-06 at 14.24.55.jpeg

Algumas evidências sugerem que o beta caroteno tópico possa atuar como precursor da vitamina A na epiderme de ratos e humanos, mas não achei nada que quantificasse essa eficácia. Ele também é usado como pigmento em cosméticos.

WhatsApp Image 2018-10-06 at 14.24.56.jpegWhatsApp Image 2018-10-06 at 14.24.56 (1).jpeg

Eu estava com os lábios ardidos por causa do ressecamento, e ele conseguiu resolver o problema no instante em que fora aplicado.

A apresentação é em bastão, e esse é o lip stick mais robusto que eu já comprei na vida. São 14g de produto e uma “boca” extremamente larga. Talvez seja ruim para pessoas de lábios muito finos.

Achei o produto caríssimo; paguei R$40,00.

O efeito é excelente, bem hidratante, e o acabamento, ainda que cremoso, não é pegajoso. Ele não possui partículas de brilho e o acabamento final é extremamente sutil, acredito que será muito bem aceito por homens.

Não trocaria o meu lip balm azulzinho da Nívea por ele; ainda acho superior, mas deixa um acabamento muito brilhoso e isso me incomoda às vezes, porque também deixa a boca bem molhada/melecada, diferente do Swivel Stick, que permanece sob a pele mas de forma sutil, deixando apenas um toque mais “deslizante”.

O nívea med branquinho é completamente mate e possui uma substância interessantíssima associada, que aumentaria a expressão de aquaporinas, além de ter o bisabolol que poderia exercer alguma ação anti-inflamatória, mas me incomoda porque não me entrega aquela sensação instantânea de hidratação, justamente por ser mais seco, porém é uma excelente opção para os homens ou quem não quer um acabamento com muito brilho.

Ah, os lip balms da nívea, apesar de custarem menos de R$20,00, vêm com 4,8g, então o lip balm da Palmer’s é mais barato se pensarmos na relação de quantidade.

Achei o Swivel Stick interessantíssimo para ser utilizado na área dos olhos e também nos cantos da boca, talvez até canto do nariz; hidratação excelente, sensação de conforto instantânea, preço excelente ( lembrem-se: são 14g de produto ), cheiro aceitável de manteiga de cacau e fórmula padrão para produtos com essa finalidade. Li que algumas pessoas usam para hidratar as mãos e as cutículas também; parece justo, uma vez que o produto não fica melecado/peguento.

Ele pode ser comprado na Época Cosméticos com o link da nossa parceria, que concede 18% de desconto em produtos dessa categoria. É só clicar em cima da legenda azulzinha que já vai para a página.

Alguém já usou algo dessa marca? Me conta!

  • Todas as compras feitas pelo link acima, além de darem 12% de desconto em todos os dermocosméticos e 18% nas outras categorias da Época Cosméticos, prestigiam o blog, que recebe uma pequena comissão. 🙂

Protetor auricular – Para quem vive no meio do barulho

Quem aí tem vizinhos barulhentos? Os meus são uns amores, mas são uma família de mais de 15 pessoas, com 7 crianas e 4 cachorros, então silêncio não é uma realidade quando a turma toda se junta para festejar. Há muito tempo eu vi algumas amigas comentando sobre o protetor auricular para melhorar a qualidade do sono, e já tinha até lido alguns trabalhos sobre a melhora da percepção subjetiva após a privação tanto do sono quanto da luz, bem como um melhor balanço hormonal ( cortisol e melatonina, por exemplo ) com o uso de protetores auriculares e tapa-olho, e desde então isso ficou na minha cabeça, até o momento em que eu me deparei com esses protetores da Nexcare – 3m na Droga Raia, e decidi comprar!

Protetor Auricular 3m Nexcare

Paguei algo em torno de R$3,00 pelo par, que é uma espuma moldável que deve ser apertada para que fique bem fininha, aí é só encaixar no orifício para que ela volte ao tamanho normal e tape a cavidade, abafando o som.

Esse protetor auricular da Nexcare é extremamente macio e pouquíssima força é necessária para que ele fique todo amassadinho e comprimido, então é extremamente fácil de usar, ainda que essa marca em específico seja a melhor de todas e o bloqueio do som não chegue nem perto de 50%. Quem precisa de algo capaz de bloquear absolutamente ou quase absolutamente todo e qualquer som não terá o efeito desejado com esse protetor.

No post que eu fiz, no instagram, algumas meninas disseram utilizar o protetor auricular até mesmo para estudar, bloqueando zumbidos e barulhos. Achei a ideia interessante e até mesmo produtiva, especialmente para quem possui problemas importantes de atenção e fica perdido até com um leve zumbido.

O protetor da foto, utilizado por mim, pode ser comprado em farmácias como Onofre, Droga Raia, Pacheco e diversas outras.

Existem outros modelos mais resistentes e que podem ser reutilizados se higienizados da forma correta. Encontrei vários na Centauro ( compre aqui ) e no Amazon ( compre aqui ), mas esse tipo de plug não é inofensivo e não deve ser usado de forma relaxada, ok?

O uso incorreto, especialmente com má higienização ou reutilização de um material que não deveria ser lavado ou que é de uso único pode acarretar em problemas sérios como infecções e disfunções importantes, com potencial acometimento da função.

Acho prudente conversar com o otorrinolaringologista para que ele oriente o material/marca e forma de uso adequado do protetor auricular, bem como dizer se você pode ou não. Com ouvido não se brinca.

  • Comprando pelos links deixados acima você prestigia o blog, que ganha uma pequena comissão pelas compras feitas. 🙂

Plástica Natural – Eloisa Medina : Eu não compraria

Oi, gente!

Muitas meninas, na minha página do instagram, pediram para que eu fizesse um post “investigativo” sobre o Plástica Natural da Eloisa Medina, que parece ser famoso e existir há anos (décadas?), e pelo o que eu li ( não sei se é verdade ), já vendeu mais de 1 milhão de unidades.

Imagem relacionada

Ainda que o nome seja sensacionalista, achei bem honesta a apresentação do produto: é, segundo a marca/site, um hidratante super concentrado que devolve hidratação e frescor. Ainda no site, a promessa é a de retirar o aspecto de pele ressecada e sem vida.

Fazendo uma pesquisa sobre o produto e pessoas que fizeram uso dele, encontrei esse blog, e achei o seguinte comentário: “Achei que realmente a hidratação é instantânea, e a pele fica viçosa. O efeito lifting que promete em 3 minutos eu não notei em mim.”

O produto acompanha um cartão que diz: “ Esse é o único hidratante que faz diferença em 10 minutos “, e eu não duvido. Se eu usar um creme gordo nas minhas cicatrizes de acne, elas ficam mais superficiais pelo turgor. Uma pele hidratada é consequentemente uma pele menos enrugada.

Não é, entretanto, o único que faz isso. Qualquer hidratante, mesmo bem baratinho – o produto em questão custa 149 reais – entrega esse efeito.

No blog citado, o comentário sobre a composição foi: “a fórmula original diz ser segredo de Eloisa Medina, porém a embalagem traz a composição obrigatória: óleo mineral, óleo de amêndoas, glicerina, enfim, coquetel oleoso.”

Nada mais é do que um possível excelente hidratante. Mas não vale 149 reais. Um nívea do potinho azul com óleo de amêndoas faria a mesma coisa ( não estou indicando que façam isso, é só um exemplo). Misturas sempre fora do pote e de uso único, viu?

Não se esqueçam que nossos produtos possuem um sistema de conservantes que pode sofrer desestabilizações quando misturamos algo ao pote. Misturas apenas com o que vamos usar NA HORA.

Pesquisando por Eloisa Medina ou Plastia Natural Eloisa Medina no no reclame aqui, encontrei algumas reclamações sobre logística e efeito.

Há muito tempo eu fiz uma resenha sobre um produto da Vichy chamado Mineral 89, e nessa resenha eu comentei que achava aceitável pagar 150 reais pela textura muito mais do que por algo inovador e muito novo, porque quem tem pele oleosa e está limitado ao uso dos produtos ocidentais e, especialmente, os produtos vendidos nas farmácias daqui, muito provavelmente vai se encontrar no Mineral 89 caso busque um hidratante que realmente fique totalmente aderido/seco! Eu, pelo menos, nunca vi nada vendido em farmácias daqui com essa proposta. Eu acho válido pagar porque não tem apenas a textura, que é, para nós, um diferencial, se pensarmos no que temos disponível hoje como hidratante facial para pele oleosa e nos constantes relatos de que o produto ficou peguento, não absorveu por completo. É um luxo que eu acho perfeitamente aceitável/plausível, mas esse hidratante da Eloísa Medina é um produto comum, simples e superfaturado. Não oferece algo extraordinário ou inovador, seja em fórmula, seja em textura/apresentação/cheiro/qualquer coisa que desse para justificar esse preço! Me lembra aquelas bolsas feitas de material sintético barato mas que só porque tem a logo de uma marca custam 2,3,4,5 mil reais. Não é nem um hidratante de rica, é um hidratante de milionária! Dá pra pagar 20 reais e chegar em fórmulas até superiores a essa!

Eu tomei a liberdade de fazer uma comparação entre um hidratante da Hidramais, que custa alto em torno de R$ 5,00 e o Plástica Natural da Eloísa Medina para que vocês tenham uma melhor dimensão do que eu quero dizer sobre ser um produto superfaturado:

No caso, o Hidramais que utilizaremos como comparativo será o de Amêndoas Doce, e a composição segue abaixo:

oieeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee.png

Ambos possuem uma fórmula simples, barata, nada inovadora ( um bom creme não precisa ser inovador, ele só precisa ser bom ) e com diferenças entre conservantes, estabilizadores de ph e similares.

Outra diferença importante: O Hidramais custa 8,30 no site Ikesaki. O Plástica Natural custa 149 reais.

No post que eu fiz sobre o Plástica Natural da Eloisa Medina, uma farmacêutica ( que eu inclusive adoro ) fez o seguinte comentário: eu compro essa fórmula ( o da Plástica Natural ) como fórmula base por 100 reais, 5 kg.

É claro que as concentrações dos ativos hidratantes/umectantes podem ser bem diferente entre os cremes ( acho que o Hidramais deve ser superior em sensorial e hidratação se comparado com o Plástica Natural ), mas se eu comprar a glicerina e o óleo de amêndoas, puros, para misturar na palma da mão com o creme e passar no corpo ou no rosto ( não estou indicando que façam isso ), eu continuaria gastando pelo menos 4x menos o valor do Plástica Natural, e com certeza teria um melhor efeito hidratante.

Ah, o Hidramais custa 8,30 com 500ml, ok? O Plástica Natural custa 149 e tem 120ml.

Que fique claro: eu não conhecia essa marca ( Hidramais ) porque não uso hidratante corporal.

Existe um fenômeno interessante que é o do efeito placebo, e ele ocorre da seguinte forma:

Você pega um mesmo creme, com a mesma fórmula, mesma concentração de substâncias, mesmos conservantes, estabilizadores e tudo mais; coloca um nome francês em um frasco e um nome comum em outro, ou simplesmente coloca uma cifra astronônica em um e uma cifra comum e outro, e recebe, no geral, descrições totalmente diferentes de pessoas que fizeram uso dos dois ( lembrem-se: são o mesmo creme, apenas com nome ou preço diferente ) para comparação.

Isso é o que acontece com a maioria das marcas de luxo, onde um creme com glicerina, óleo mineral e extratos quaisquer, que podemos encontrar em um creme Nívea, da Neutrogena, Avon ou mesmo Natura, custa R$1.500,00 ~ R$3.000,00 e entrega um efeito similar e até inferior a muitos outros que custam 20x menos o preço. E o que explica a quantidade de relatos atestando a superioridade entre um creme e outro? O efeito placebo. O cheiro de rica, o nome francês, o preço irreal e o contexto por trás de um produto de luxo te faz ter certeza de que aquilo é muito diferenciado.

A fórmula de um produto, diferente do que muitas pessoas acham, não diz muito sobre ele. Um produto com uma mesma fórmula pode ser completamente diferente, pois o Ph, os estabilizadores, as substâncias que melhoram a penetração de outras substâncias podem mudar completamente sua eficácia, mas, na maioria das vezes, nós estamos falando de um creme Nívea, cuja fabricante é a Beiersdorf, com recursos BILIONÁRIOS em pesquisa e desenvolvimento, e que, por causa do preço, é considerado inferior, quando na verdade é alí que temos tecnologia e pesquisa empregadas de fato e em altíssima escala.

O Plástica Natural da Eloísa Medina é ruim? De forma alguma. É, inclusive, um creme excelente, como é o creme nívea de latinha que custa R$15,00, por exemplo. Cabe a você decidir se vale continuar pagando R$150,00 num creme cuja composição você encontra em cremes de R$5,00 com 3x mais quantidade. Não existe preço justo; existe o preço que você acha justo pagar.

Recentemente eu vi um vídeo de uma menina que tinha comprado uma bolsa de plástico da Chanel. O preço? U$$ 2.600,00. DOIS MIL E SEISCENTOS DÓLARES por uma bolsa inteiramente de plástico.

Resultado de imagem

Errada? Louca? Alucinada?

Não. O dinheiro é dela, e se ela acha justo pagar 2.600 dólares por uma bolsa de plástico com dois ” C ” invertidos, é direito dela, e que ela faça proveito disso. Mas que tenha consciência de que o produto, no final das contas, não deve ter custado nem U$$ 1,00 para ser fabricado.

Eu compraria o Plástica Natural da Eloísa Medina? Nunca. Mas é uma opção minha. Se você usa e gosta, que continue usando, mas saiba que essa é uma fórmula de menos de R$ 5,00.

Beijos.

Beyoung Booster – Eu não compraria

Resultado de imagem para beyoung booster

Beyoung Booster

Oi, gente! Eu, há alguns meses, venho recebendo pedidos de vocês para testar aquele beyoung booster, que tem sido muito divulgado, principalmente em forma de publieditorial, pelas blogueiras.

Eu decidi dar uma pesquisada sobre o produto, entrei no site oficial da Beyoung, pesquisei por resenhas de pessoas que compraram o produto e pesquisei por reclamações no Reclame Aqui. São muitas.

De início, algo que me chocou foi o fato de que o acesso à composição do Beyoung Booster é impossível! Nenhum blog, resenha ou foto que achei possuía a composição dele.

Sem acesso, num primeiro momento, à composição, com uma quantidade expressiva de fotos enaltecendo características clichês do tipo rejuvenescimento importante depois de 30 dias, fotos de pessoas com ptoses e que só com a ajuda do creme conseguiram * supostamente * recuperar volume perdido, preenchimento de depressões e sulcos, sem que fosse deixado CLARO que tratava-se de um efeito instantâneo e temporário, minhas primeiras impressões sobre o Beyoung e sobre a marca em si já não foram positivas.

oieeeeeee.png

Foto retirada do site oficial da marca – Beyoung Booster.

Em alguns vídeos do youtube, pouquíssimos são os comentários de pessoas que usaram o sérum e disseram amar ou gostar, e MUITOS são os de pessoas que disseram que compraram e que não presta, não faz diferença e mesmo que se sentiram enganados pela suposta propaganda enganosa.

Alguns comentários também deixaram claro que nem o efeito tensor do Beyoung, descrito em algumas resenhas, foi notado. As opiniões foram muito extremas, mas vi alguns relatos de que o produto ( sérum ) deixou a pele hidratada, mais viçosa..

Pela quantidade gigantesca de experiências negativas, reclamações inclusive de NÃO ENTREGA da mercadoria e mesmo pelo efeito ( eu achei pobre ) citado em resenhas que não tinham conflito de interesse, do tipo ‘’ pele mais hidratada ‘’ ou ‘’ efeito primer suave ‘’ e mesmo o tensor, eu já excluiria por completo a possibilidade de comprar tal produto, mas, lá no instagram  (@peledeimperatriz), eu consegui que uma menina que comprou o produto e o tinha em mãos me enviasse a composição:

oieeeeeee

Pode ser que o fabricante resolva mudar a fórmula do produto, mas essa foi a composição que constava na embalagem do produto, no dia em que ela me enviou.

Fazendo uma análise rápida da fórmula do Beyoung Booster, eu cheguei à seguinte conclusão: Se você  gostou do efeito primer que ele oferece, continue usando.

Se você nunca usou e quer um tratamento de verdade, não compre. A única coisa que poderia servir como tratamento no que diz respeito a rugas e flacidez ( fantasiando que creme conseguiria tratar flacidez, no caso ) seria esse trifluoroacetyl tripeptide-2, que carece de documentação – científica – aceitável. Encontrei apenas um folder do próprio fabricante e nada mais.

Não é uma substância conceituada, não é uma substância com bons estudos quanto eficácia ( se encontrarem um bom estudo publicado em uma revista conceituada, com boa metodologia e N adequado, avisem-me que eu mudo ) e que, baseado nas experiências anedóticas de quem fez uso, parece mesmo não fazer muita coisa ( isso, claro, se fizer ).

Lembrem-se que uma fórmula simples com glicerina é suficiente para hidratar a pele, e que uma pele hidratada é uma pele esteticamente mais bonita do que uma pele ressecada ou sem um bom conteúdo hídrico. Se você pega, por exemplo, pacientes que nunca fizeram um tratamento na pele, faz com que essas pessoas passem a usar um protetor solar e uma camada fina de vaselina ( já comentei sobre a pseudo e anti ciência em torno do óleo mineral/vaselina líquida no meu instagram, está nos destaques ) e comparar o antes e depois, é gritante! Um simples agente hidratante é capaz de trazer mudanças significativas à pele, isso já é muito bem documentado.

Esse beyoung booster possui uma fórmula simples, com um ativo obscuro, e que algumas pessoas relataram boas experiências ao usar. Tem alguns humectantes, um polímero, essa proteína vegetal que pode explicar o efeito tensor que algumas pessoas sentem e essa substância que só lá Deus sabe o que faz.

Como citado, o Beyoung Booster foi muito divulgado em forma de publicidade, e eu sinceramente acreditei na boa experiência que certas blogueiras tiveram com ele, mas acredito que esse seja um produto que cai nas mãos de pessoas sem muita experiência ou conhecimento e que faz sucesso justamente pelo desconhecimento. Lembram do hidratante Plástica Natural, que um monte de gente diz amar e ver efeitos incríveis e na verdade é uma fórmula de R$ 5,00, hidratante, que conseguimos achar num Hidramais por um valor parecido ( R$ 8,00 ) e com 3x mais quantidade de produto? É isso.

Também tem o fato de que essa é mais uma dessas empresas que surge das cinzas com um produto dito incrível e que investe em divulgação em massa de grandes blogueiras; isso é bem característico. Eu dificilmente encontro produtos realmente bons e que valem o preço cobrado ( não to dizendo que o produto é ruim ) quando esse é o contexto.

Lembrem-se, entretanto, que a empresa é desonesta na forma como divulga os supostos efeitos e resultados. Muito da melhora da pele no momento da aplicação é explicada pela glicerina presente na fórmula, que é barata, com os polímeros e essa proteína, que fazem efeito filme. Não é um “tratamento”.

Eu não compraria e não recomendaria, mas vocês possuem direito de escolha e devem lembrar que muitas pessoas compraram e, sem conflitos de interesse, relataram bons resultados. O efeito primer pode ser bom, acredito que existam melhores, mas o tratamento que isso proporciona não é sustentado.

* Publicidade não é algo negativo. Produzir conteúdo toma tempo e é trabalhoso, mas diversas publicidades que citam pontos em comum ou mesmo simplesmente se repetem enquanto uma massa enorme de pessoas que compraram e testaram o produto dizem o contrário ou atestam sua ineficácia é, na minha opinião, um sinal importante.

Se você espera milagre e rejuvenescimento expressivo e irreal de um creme: não compre absolutamente nada. Você vai se frustar.

Por fim, fica o dever de casa: a blogueira que divulgou o produto usou, de fato, esse produto?

Você já usou o Beyoung Booster? Qual foi a sua experiência?

Resenha: Protetor Solar em Bastão Bariésun Stick Mineral – Uriage

Resultado de imagem para bariesun stick

Oi, gente.

Esse Bariésun Stick Mineral, da Uriage possui, como filtros ativos, o dióxido de titânio nano e o óxido de zinco nano. Manteiga de karité, vitamina E e um derivado de vitamina C também estão presentes na composição. Ele tem óxido de ferro, e tem uma corzinha meio de pêssego, mas que na pele é irrelevante.

f99b031d-0393-4a1d-b9a8-b0d2ea3d1078.jpeg
Um estudo da Avène mostrou que o protetor em bastão precisa ser deslizado 7 vezes em cada área para que a proteção descrita seja atingida. Eu não consigo achar nem por reza, mas eu extrapolo para 10 passadas, para garantir.

Eu não gostei e não vou recomprar esse protetor, mas quem faz uso de protetores 100% minerais como o Isdin, por exemplo, provavelmente vai se apaixonar por ele e pela praticidade, se comparado com qualquer outro protetor mineral.

Ele, no meu rosto, deixa um rastro esbranquiçado bem aparente, ainda que relativamente fino para um protetor 100% mineral. Não fica grudento/peguento, mas também não fica extremamente seco. Eu sempre dou batidinhas no rosto após deslizar 10 vezes em cada região, para assentar, e o meu problema com esse protetor é que ele aumenta muito a cobertura de qualquer coisa com cor que eu aplique por cima. Tudo fica com altíssima cobertura, e eu gosto de um acabamento natural. Quem tem experiência com maquiagem, quem tem melasma e quem usa protetores 100% minerais, como eu disse, vai achar extremamente fácil lidar com isso.

No corpo, vejam que estranho, ele fica simplesmente transparente e seca de forma a desaparecer!
Ele parece um primer com esse aumento da cobertura e a úncia problemática é na hora de passá-lo na região dos olhos. Sim, protetor solar precisa ser aplicado inclusive nas pálpebras.

9b318bcd-515d-4531-96b8-d624e34918fe.jpeg

Ele pode servir muito bem para a fotoproteção de áreas pontuais, como tatuagens, ou regiões do rosto com melasma. Pode, também, ser um dos protetores com altíssima proteção, fotoestabilidade excelente ( 100% mineral ) e altíssima aderência com maior nível de conforto e melhor acabamento estético para quem vai para a praia.

Um ponto importante sobre esse protetor é que ele precisa de uma hidratação previa bem caprichada, para que o deslizar seja fluído, não levante peles e nem fique irregular.
Usar ele na pele descamando, portanto, pode ser inestético e acentuar demais tal condição.

fa2bbe40-e3e7-4991-8765-75bc7866d94c.jpeg

Após alguns tapinhas a textura rapidamente some e ele fica invisível.

Como disse acima, ele pode ser incrível para o rosto todo, como uso diário, para quem tem melasma e já usa protetores 100% minerais e sabe lidar com eles, mas também vi resenhas de pessoas com melasma que utilizaram o bastão apenas como complemento da proteção, em cima das manchas. É outra possibilidade.
Lembrem-se: as 7 passadas conferem toda a proteção descrita na embalagem, então ele poderia, sim, ser utilizado como fotoprotetor único, ainda que não dispense a cor. Eu deslizaria 10x em cada região para garantir, caso fosse usar só ele.

Ele não mancha em contato com o suor e é extremamente resistente à água. Fui para debaixo do chuveiro com ele e a pele ficou intacta. Removi, entretanto, com os óleos de limpeza. Não confiei na limpeza com sabonete facial para removê-lo, pois ele é como uma pasta que, na quantidade aplicada ( 10 passadas, no meu caso ), fica bem fininha, mas muito aderente.
Ah: ele pode ser utilizado em crianças.

Deixo, por fim, uma resenha feita por uma amiga médica querida e que possui absurda experiência com melasma, por ser portadora de tal condição:

” Bariésun Stick Mineral SPF 50+ da Uriage – 8g por € 9,77. Protetor solar em bastão resistente à água, sem fragrância e com filtros exclusivamente minerais [dióxido de titânio nano e óxido de zinco nano].

Ele conta com Manteiga de Karité e vitaminas C e E. O cheiro me lembra borracha branca que encaixa no lápis 😄🌸 ✔ É indicado para regiões sensíveis da face, para uso na praia, para pessoas de pele clara e para pessoas com alta sensibilidade à radiação solar.

Teoricamente não é recomendado para gestantes, já que contem óleo de rícino e filtros nanoparticulados, porém pode ser usado por crianças.

Há com pequena concentração de óxidos de ferro, inseridos na formulação apenas para suavizar o efeito branco. Em minha pele não há white cast algum mas pode ser incômodo para quem tem a pele NC25 acima e não usa maquiagem. 🤗

Ele é bem mais sequinho porém não tem o efeito primer que tem o bastão Pink Cheeks 5km, mas por outro lado parece menos oclusivo. Gosto muito de usá-lo aplicando o Strobe da MAC por baixo.

Aplico sete a dez passadas por área a ser protegida – tanto no rosto todo como apenas na região do melasma – depois sigo com o protetor líquido e a maquiagem. Gosto muito de usá-lo no rosto todo nos dias de pressa, aplicando o Cushion da Missha ou o BB da L’Occitane por cima.

Pode ser ruim para quem tem pele seca ou muito fotoenvelhecida e não tem hábito de hidratar a pele e é bem importante dar batidinhas com as mãos para uniformizá-lo na pele.

Ele não marca meus poros mas marca um pouco as linhas abaixo dos olhos.

Este bastão da Uriage e o bastão 5km da Pink Cheeks (sem cor) são os melhores que testei até o momento e em minha impressão, ambos, por serem pouco ou nada úmidos, parecem parceiros interessantes para os protetores líquidos minerais ocidentais, que são difíceis de usar em quantidade correta. Além disso, ambos podem ser aplicados no rosto todo seguidos apenas de um fotoprotetor com cor de base, já que contam com alta concentração de filtros inorgânicos.”

Não vende no Brasil e foi comprado, por mim, na Sweetcare, nosso site parceiro, com a comissão acumulada.

Todas as compras no site com o cupom * PELEDEIMPERATRIZ5 * e/ou o link disponibilizado acima oferecem um desconto de 5% e retorna 5% do valor numa comissão dentro dele que é utilizada para a compra de novos produtos para que possamos manter o fluxo de resenhas daqui, e eu recomendo comprar pelo método imposto livre, onde as taxas já estão inclusas e não corremos o risco de taxação. O site, claro, é seguro. Não é por menos que sou parceira.

Para termos um contato mais próximo, sigam-me no instagram: @peledeimperatriz. Espero vocês lá. ❤